Institucional

Objetivos

Difundir o tiro com ar comprimido e airsoft em todo o território nacional;
Desenvolver o tiro esportivo e o espírito competitivo para o público em geral;
Desenvolver o poder de concentração e a auto disciplina;
Buscar uma maior participação e interação entre famílias e amigos (tiro social) através do esporte do tiro.
Promover competições a baixo custo.

Histórico

A ideia do Tiro Virtual surgiu por ocasião dos Jogos Mundiais Militares de 2011 no Rio de Janeiro quando eu participava da organização do evento. Sempre tive o sonho de popularizar o tiro esportivo e naquela oportunidade as ideias começaram a fazer sentido.

Tomei por base as provas de tiro ao alvo dos parques de diversões, onde, até os dias atuais, e principalmente nas cidades do interior, amigos e mesmo famílias inteiras se reúnem para numa salutar brincadeira disputarem competições de tiro usando armas de ar comprimido, mais popularmente conhecidas como espingardas de chumbinho. Além da diversão, da superação e da elevação da auto estima, os concorrentes disputavam o premio maior usando para isso a sua habilidade na pontaria.

Em novembro de 2011 realizamos o primeiro evento em 7 locais nos estados do Pará, Maranhão, Piauí, Ceará, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Brasília perfazendo um total de 259 inscrições.

Os colaboradores foram fundamentais nesta trilha de sucesso. Aos amigos da Companhia Brasileira de Cartuchos - CBC, Revista Magnum, LCL Alvos, Combat, Chumbinho Chakal, Movimento Viva Brasil, Wir Equipamentos, Solazer, Gun House, e tantos outros o nosso muito obrigado.

Ao final de 2018 tinhamos realizado provas em 20 estados, com mais de 30.000 inscrições pelos nossos mais de 12.000 cadastrados.

Deixo aqui o agradecimento especial a todos que fazem o Tiro Virtual e que trilharam passo a passo junto conosco nesta árdua caminhada. Aos organizadores de cada local, nos mais distantes rincões, que compartilharam esta luta incessante e cansativa mas que gerou a satisfação do dever cumprido.

A você atleta do tiro, razão maior de nossa luta, dedicamos todo trabalho unicamente a você que participa de todas as formas nas disputas leais para obtenção da vitória, deixo o meu abraço e o agradecimento maior.

Estamos entrando em uma nova fase e pedimos para que todos colaborem sugerindo, criticando e principalmente trazendo suas ideias na busca de atingirmos o ótimo para satisfação de todos.

Legislação

Armas de pressão não são armas de fogo!

Conforme o Ministério da Defesa e Exército Brasileiro, armas de pressão por ação de mola, com calibre igual ou inferior a 6 mm, não são armas de fogo. Portanto:

Não necessitam de registro para sua aquisição.
Não necessitam de Guia de Tráfego para serem transportadas.
Veja os Art. 16 e 17 da Portaria 36-DMB, de 09 Dez 1999:


Art. 16. As armas de pressão, por ação de mola ou gás comprimido, não são armas de fogo, atiram setas metálicas, balins ou grãos de chumbo, com energia menor que uma arma de fogo.

Art. 17. As armas de pressão por ação de mola, com calibre menor ou igual a 6 (seis) mm, podem ser vendidas pelo comércio não especializado, sem limites de quantidade, para maiores de 18 (dezoito) anos, cabendo ao comerciante a responsabilidade de comprovar a idade do comprador e manter registro da venda.

Veja no site da Diretoria de Fiscalização de Produtos Controlado (DFPC) a Portaria 02 – COLOG, de 26 Fev 2010 que regula as réplicas, simulacros de arma de fogo e armas de pressão

http://www.dfpc.eb.mil.br

Patrocinadores